Juros Abusivos no contrato. O que fazer?

Em muitos caso encontramos juros exorbitantes em nosso contrato e muitas vezes não sabemos o que pode ser feito. As informações contidas nesse artigo visa ajudar os clientes de bancários a identificar e reagir aos juros abusivos.

COMO SABER SE ESTOU SOFRENDO JUROS ABUSIVOS?

juros abusivosEm nossa experiência identificamos que cerca de 94,6% dos contratos bancários fechados possuem juros abusivos e taxas indevidas. Por este motivo, muitos são os que procuram apoio técnico e jurídico para verificar seu contrato bancário, seja financiamento, empréstimo pessoal, consignado,
Cédula de crédito bancário (CDC), Capital de Giro entre outros. Os bancos costumam atualizar os contratos pela tabela Price (juros compostos) ao invés da Gauss (juros simples).

 COMO IDENTIFICAR AS TAXAS E JUROS ABUSIVOS?

juros abusivos

Extremamente comuns nos contratos, identificar as taxas abusivas por seguros obrigatórios (cobrados para liberação de empréstimos), taxa por emissão de contrato (o banco presta o serviço e você deve pagar pela impressão do contrato?), cobrança de juros acima da base do Banco Central, entre outros.

O QUE A AÇÃO REVISIONAL IRÁ MUDAR? REALMENTE VALE A PENA FAZER                                            ISSO? juros abusivos

Em alguns casos, sim. Vamos explicar… Como já mencionado, a maior parte dos contratos existentes possuem juros abusivos, mas, quando os valores cobrados além do permitido não ultrapassam R$ 2.000,00 (dois mil reais), não se torna interessante ingressar com esta ação devido aos honorários dos advogados ou assessorias. Entretanto, para as dívidas que ultrapassam os custos abusivos em R$ 2.000,00 (dois mil reais) é extremamente válido pedir a revisão. Por quê?
Com a revisão você elimina os juros abusivos, reduz a dívida e consegue mais prazo para realizar os pagamentos e/ou pode fazer um acordo com o banco.

POR QUE O BANCO IRIA NEGOCIAR?
thumbnail

Quando você ingressa com uma ação revisional, o Banco Central (regulador das taxas bancárias) é notificado sobre a atuação do banco. Para que você tenha ideia desta ação, é como seu o seu chefe fosse informado de uma falta extremamente grave que você cometeu. Além disso, o banco já estará ciente de que você não pagará nenhum valor até que ele reduza os custos. Nesses casos, é mais interessante para o banco receber de 15 ou 30% da dívida do que não receber valor algum.

ENTÃO SÓ EXISTEM VANTAGENS COM A AÇÃO REVISIONAL? juros abusivos

Na maior parte sim, mas devo orientá-lo que, ao ingressar com a ação você não irá mais pagar o banco e por este motivo, seu nome poderá ser incluído na lista de inadimplentes (SPC e SERASA) e provavelmente, receberá várias ligações de cobrança. Porém, ao iniciarmos com o processo solicitamos para que isso não ocorra, mas cabe ao juiz aceitar ou não.

QUE TIPO DE CONTRATO PODE SER REVISADO?          ejemplos-de-contratos

Todos, isso mesmo, qualquer contrato bancário pode ser revisado, vamos aos mais comuns:

• Financiamento de veículos ou imóveis
• Empréstimo Pessoal
• Cartão de Crédito
• Empréstimo Consignado
• Capital de Giro
• Cédula de crédito bancário (CDC) entre outros;

Se você chegou até aqui, provavelmente irá gostar de saber que analisamos seu contrato sem custo algum, além disso, você pode marcar um bate-papo com um de nossos advogados bancários e pedir uma análise na hora. O que acha?
Agende seu horário conosco e saiba como parar de pagar juros abusivos.

contato

*Para os que ainda não começaram a pagar mas já notaram que seu contrato possui valores e juros  abusivos, é possível ingressar com a ação revisional e solicitar que as parcelas sejam corrigidas pela tabela Gauss.